Postagens

Mostrando postagens de Agosto 11, 2011

O FATO ou, esvaziamento do discurso acadêmico

Imagem
Ao Mestre Vasconcellos Sobrinho
O sol é exato, é fato.
A ciência apura: quantas, fótons.
E eu, cá embaixo,
Um fato? Dado concreto, objeto dissecado.
No entanto, assistemático.
Quem mensura não me explica.
Que morra toda a estatística
E que a ciência estertore
Como fato de cabrita
Pendurada no curtume.

Sob o sol, nesses ardores,
Não calculem minhas dores. Quero p(r)o(f)etas,
Não, doutores.


O sol deveras é exato, lá no alto.
E eu,
o objeto, o fato,
ressecado no arame. Rejeito o método.
Rejeito o número.
Rejeito o nome.

Só me consumo.
E o sol me consome. Eis um homem!

Fonte: http://euliricoeu.blogspot.com/2010/12/o-fato-ou-morte-ao-discurso-academico.html#links




 PAPERBLOG

Válida a inscrição do meu blog ao serviço de Paperblog sob o pseudônimo Peixoto 1967

"Uma igreja específica reforça ainda mais a exclusão dos gays", diz reverendo anglicano

Imagem
Carlos Calvani é padre anglicano, teólogo e professor universitário. Atualmente coordena a Paróquia da Inclusão em Campo Grande (MS). Ele concedeu esta entrevista à coluna religião por e-mail. Conheça a Pastoral da Diversidade Sexual da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, presente em Goiás, São Paulo e outros estados da Federação. Quando e como começou a Pastoral da Diversidade Sexual na Igreja Episcopal Anglicana do Brasil? Iniciou-se há cerca de 5 anos atrás com o Rev. Elias Vergara em Goiânia. No começo chamava-se "Pastoral homossexual". Essa Pastoral acontece em todas as paróquias anglicanas no Brasil? O que é preciso para implementar isso em nível nacional? Oficialmente essa Pastoral acontece somente em Goiânia (assumida em Concílio pela Diocese de Brasília como uma Pastoral Diocesana), em São Paulo (Paróquia da Santíssima Trindade) e em Campo Grande (Capela da Inclusão). Outras paróquias têm trabalho semelhante, mas por motivos diversos evitam utilizar ess…

O Evangelho segundo Pessoa...

Imagem
[poema sem título, de Fernando Pessoa]
Ali não havia eletricidade.
Por isso foi à luz de uma vela mortiça
Que li, inserto na cama,
O que estava à mão para ler —
A Bíblia, em português (coisa curiosa), feita para protestantes.
E reli a "Primeira Epístola aos Coríntios".
Em torno de mim o sossego excessivo de noite de província
Fazia um grande barulho ao contrário,
Dava-me uma tendência do choro para a desolação.
A "Primeira Epístola aos Coríntios" ...
Relia-a à luz de uma vela subitamente antiqüíssima,
E um grande mar de emoção ouvia-se dentro de mim...
Sou nada...
Sou uma ficção...
Que ando eu a querer de mim ou de tudo neste mundo?
"Se eu não tivesse a caridade."
E a soberana luz manda, e do alto dos séculos,
A grande mensagem com que a alma é livre...
"Se eu não tivesse a caridade..."
Meu Deus, e eu que não tenho a caridade! ...
Fonte:http://2.bp.blogspot.com/_xOuoEN2h3vQ/TOumrlbuEWI/AAAAAAAABgg/boYi6rbv95Q/s1600/biblia.jpg

PAPERBLOG




Válida a inscr…