Postagens

Mostrando postagens de Maio 18, 2014

“TV Revolta”, o fenômeno da pregação de ódio seletivo na internet

Por que se fala tanto da TV Revolta, página que detona os direitos humanos, os pobres, os "preguiçosos e vagabundos que dependem de programas sociais", enquanto defende Sheherazade, Bolsonaro e afaga a polícia?

“Ponha um cretino fundamental em cima da mesa e você manda ele falar, ele dá um berro e, imediatamente, milhares de outros cretinos se organizam, se arregimentam e se aglutinam”, disse Nelson Rodrigues. “O cretino fundamental raspava a parede da sua humildade e na consciência da sua inépcia. Mas, agora, conseguiram finalmente pela superioridade numérica. Porque para um gênio, você tem um milhão de imbecis.”

João Vitor Almeida Lima, sonoplasta barbudo da rede Bandeirantes, é o criador da chamada TV Revolta, que virou notícia pela quantidade de seguidores. Ele tem um canal no YouTube e uma página no Facebook com quase 3 milhões de curtidas em que o que faz é reverberar ódio patológico.

É um fenômeno de audiência. De cima de seu banquinho, Lima conseguiu reunir uma multid…

Nós e a Torre de Babel

Em meio ao discurso único do vandalismo e da justiça com as próprias mãos, uma história luminosa e dissonante que traz esperança Vivemos um tempo de estímulo ao pessimismo, em que a pauta dos noticiários e os discursos sociais e políticos chamam a um desânimo, a um “não tem mais jeito”. Atos de racismo, execuções sumárias, denúncias de corrupção de várias origens, práticas de vandalismo, justiça com as próprias mãos (estimuladas até mesmo nas mídias), intolerância. Daí, descrença nas instituições, rebaixamento da autoestima social, desqualificação das religiões (incluindo as igrejas, que colecionam desconfianças) e dos governantes. Foi com esse sentimento que me deparei com a notícia veiculada no GLOBO de 11 de maio: “No Rio, estudante evita linchamento de ladrão”. Era um texto pequeno, alguns parágrafos de uma coluna de página. Mas ali havia uma luz, como uma revelação, uma mística. Mikhaila Copello, 22 anos, estudante de Arquitetura, fez de tudo e conseguiu impedir que um jovem que …