Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

O 6º CONGRESSO DO PT: EM BUSCA DA OUSADIA PERDIDA.

Imagem
Eis o que dizia o Partido dos Trabalhadores no seu manifesto de fundação, datado de 10 de fevereiro de 1980: "Os trabalhadores querem a independência nacional. Entendem que a Nação é o povo e, por isso, sabem que o país só será efetivamente independente quando o Estado for dirigido pelas massas trabalhadoras. É preciso que o Estado se torne a expressão da sociedade, o que só será possível quando se criarem condições de livre intervenção dos trabalhadores nas decisões dos seus rumos. Por isso, o PT pretende chegar ao governo e à direção do Estado para realizar uma política democrática, do ponto de vista dos trabalhadores, tanto no plano econômico quanto no plano social. O PT buscará conquistar a liberdade para que o povo possa construir uma sociedade igualitária, onde não haja explorados nem exploradores. O PT manifesta sua solidariedade à luta de todas as massas oprimidas do mundo".  Eis o 13º e último dos pontos para mudar o PT alinhavados pelo vice-presidente do partido, dep…

Pastoral Canina. Por Osvaldo Luis Ribeiro

Imagem
Pastoral Canina
Por Osvaldo Luis Ribeiro




Avido que fazer pessoas fazerem coisas, até suposta e eventualmente boas, por meio de Jesus, não é educação, é ordem de comando, como se faz com os cães...

Devoção patológica. Por Ӧsvaldo Luis Ribeiro

Imagem
Devoção patológica
Por Ӧsvaldo Luis Ribeiro

Você percebe que a pessoa é doente, que a fé lhe cai como uma patologia, que sua mente é apenas escuridão e treva, quando você insiste em que ela pode continuar sua brincadeira de Jesus, mas que pare de falar mal de outros religiosos, de gays, e ela espuma, baba, estrila, fica cataléptica, porque, para ela, a fé é essa latrina e buraco de escoar merda... Para essa criatura perdida, só é legal brincar de Jesus se for para chamar outros religiosos de perdidos e gays de danados... Se ela tivesse nascido há cem anos, chamaria pretos de filhos de Cão, porque tudo que não presta é o que está no ventre dessa fiel... Por que raios não dá pra brincar de Jesus sem ferir pessoas?

Pastor Refém. Por Ӧsvaldo Luis Ribeiro

Imagem
Pastor Refém
PorӦsvaldo Luis Ribeiro

O que todo cristão, mesmo os bons e progressistas, que gostam de criar um conjunto para eles e outro para os maus, fundamentalistas, têm em comum com os terríveis testemunhas de Jeová? Explico. Os testemunhas de Jeová que estudaram a sério, já sabem que o nome da divindade não era Jeová, que Jeová é apenas o efeito fonético, sonoro, de se pôr as vogais de 'adonai no tetragrama. Ninguém sabe como se lê o tetragrama, mas todo mundo que estudou sabe que não é Jeová. Eles também. Mas como mudar agora, depois que o Espírito Santo (hahahahah) ensinou a cada alma? Com os cristãos dá a mesma coisa. Depois que estuda, aprende que deus é único coisa nenhuma: das duas uma, ou é nada, como todos os outros, uma invenção da cultura, sem realidade além da mente humana, ou é mais um, como todos os outros, ao lado de Exu. Pacha Mama, Manitu, Xangô... O cristãos que estudou sabe disse, mas como mudar tudo, depois que o mesmo brincalhão Espírito Santo falou tantas …

Ӧ protestantismo politeísta. Por Ӧsvaldo Luís Ribeiro

Imagem
Ӧ protestantismo politeísta  Por. Ӧsvaldo Luís Ribeiro



Ӧ—500 anos de Reforma. Quase... O luterano clássico faz com Lutero o que o cristão clássico faz com Jesus: endeusa... Fosse o protestantismo politeísta, Lutero teria sido divinizado... Já o bom luterano faz como o bom cristão deve fazer: sopesar o fato de que tudo que está escrito sobre Jesus é discurso de adeptos, adeptos daquele mesmo tipo que disseram que Salomão era o homem mais inteligente do país, adeptos pagos para dizer o que tem e dizer, porque fazem por puro prazer, prazer de ovelha, prazer de tiete, prazer político-psicológico... O cristão deveria reconhecer que tanto o deus dele é mais um dentre vários, ou mais um nenhum dentre nenhuns, e que seu Jesus é construído por gente que, como sempre ocorre com seguidores de guru, pintam com cores bonitas o que nem sempre era colorido...
Mas, cá entre nós, quem?

Creia e deixe que se creia como quiser. Por Ӧsvaldo Luis Ribeiro

Imagem
Creia e deixe que se creia como quiser. 
Por Ӧsvaldo Luis Ribeiro





Ӧ— A rigor, para você ser realmente, verdadeiramente ético, não precisa deixar de acreditar em seu "Deus". Concordo com você: a crença em "Deus" não é necessariamente anti-ética... Desde que... Sim, desde que... Porque, sem esse desde que, a crença em "Deus" é um crime tão grave quanto a ideologia de raça e de gênero... Crer em "Deus" não é anti-ético, desde que você aceite que há outros deuses, que toda crença é igual, que toda fé é igual, e que, se você pode crer em "Deus", qualquer pessoa pode crer em qualquer outro deus, sem que isso seja creditado a ela como pecado, crime ou estupidez... Agora, se você crê em seu "Deus", mas não considera correto que outras pessoas creiam em outros, e, pior ainda, assume que só o seu é real e só a sua crença, correta, então você é um celerado, use a teologia que usar, pose de bom moço ou boa moça. Simples assim...
Ӧ— Mais uma…

Apesar de você, amanhã há de ser Outro dia...

Imagem
O dia em que o justiceiro da Globo foi derrotado por um blogueiro sujo
Escrito por 


Quando o historiador do futuro estudar a nossa época e os intermináveis golpes que vitimaram nossa democracia, nossos direitos sociais, nossas garantias individuais, esse estudioso, vivendo, espero eu, num Brasil próspero, com justiça social e respeito às liberdades, irá se deparar com este curioso episódio em que a figura mais poderosa do país foi derrotada por um frágil blogueiro de esquerda. Tenho escrito frequentemente, aqui no blog, pensando nesse historiador imaginário, no qual deposito muitas esperanças de que use nossos erros, angústias e injustiças para delas extrair lições para o seu próprio tempo. Nesta quinta-feira 23 de março, o juiz Sergio Moro assinou um divertido atestado de sua derrota perante a blogosfera. Ele divulgou um despacho incrivelmente confuso, em que tenta explicar, sem sucesso, as razões pelas quais mandou sequestrar Eduardo Guimarães, editor do blog Cidadan…

Ascenção do papado sobre o pentecostalismo clássico brasileiro: Assembleia de Deus Madureira

Imagem
As redes sociais na internet divulgaram com rapidez a recente novidade do mundo assembleiano. Na 40ª Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Convenção Nacional da Assembleia de Deus Madureira, a qual está se realizando na cidade de São Paulo, no templo da AD no Brás, oficializou-se mais cinco novos bispos no ministério. Além do bispo Manoel Ferreira, presidente vitalício da igreja, os escolhidos agora para a tão grande honra são os pastores Samuel Ferreira (SP), Abner Ferreira (RJ), Abigail Carlos de Almeida (GO), Daniel Malafaia (RJ) e Oídes José do Carmo (GO). Sobre os dois primeiros, o sobrenome já diz tudo: pertencem ao clã que domina o ministério. Os demais são obreiros estratégicos no apoio e consolidação do poder familiar. Historicamente, o uso de novas nomenclaturas ministeriais dentro das ADs nunca se deu sem alguma contestação. A CGADB de 1938, realizada em Recife (PE), rejeitou a consagração de apóstolos. Somente seis décadas depois, é que o pastor Túlio Barros Ferreira - coincid…

COMO DETERMOS O FASCISTA BOLSONARO? COMBATENDO-O SEM TRÉGUA!

Imagem
Às vezes me sinto como a Cassandra troiana, amaldiçoada com a indiferença do seu povo aos alertas que lançava, tão corretos quanto inúteis em termos práticos.
No segundo semestre de 2014, p. ex., eu já tinha percepção clara de que o novo mandato presidencial transcorreria sob aguda recessão. Tudo fiz para abrir os olhos da companheirada, no sentido de que Dilma Rousseff não tinha competência para administrar uma crise dessas e seu fracasso anunciado seria catastrófico para a esquerda brasileira. 
Vi como preferível, primeiramente, a candidatura de Marina Silva, pois, com ela no poder, a responsabilidade pelo desastre econômico ficaria ao menos diluída. 
Depois que Marina foi destruída pela mais torpe campanha de calúnias e falácias já vista na política brasileira, incentivei o Volta Lula!, pois ele, com todos os defeitos, ainda seria capaz de amenizar um pouco a devastação que se prenunciava. Mas, os petistas vacilaram miseravelmente, encaminhando-nos para a perda total.
Mal assumiu, Dilm…